blog_lideranca_feminina

Mulheres e liderança: vamos falar sobre isso?

Uma tendência que vem chamando a atenção de estudiosos de temas relacionados tanto à liderança quanto a questões de gêneroe que, coincidentemente ou não, se reflete na estrutura da Feeta – é o aumento do número de mulheres ocupando posições de chefia em diferentes segmentos organizacionais. Características como facilidade no relacionamento interpessoal, sensibilidade, empatia, compartilhamento e vontade de ajudar aparecem, entre outras, como elementos que contribuem para que estas profissionais assumam um papel central no contexto onde estão inseridas.

Embora a restrição da ascensão feminina na hierarquia das instituições seja histórica, a competitividade entre as empresas e uma nova cultura que emerge no universo profissional e na sociedade passaram a contribuir com a consolidação de um cenário mais favorável do que contrário à liderança feminina. Considerando as mudanças em relação à força de trabalho que tal supercompetitividade vem exigindo, lançar mão de todo o talento disponível (ou seja, sem discriminação de gênero, por exemplo) no mercado tornou-se imprescindível para o sucesso das organizações.

E é exatamente com o intuito de dar maior visibilidade à questão de gênero associada à liderança nas organizações de trabalho, assim como contribuir para o rompimento de paradigmas sobre o papel da mulher no contexto econômico-produtivo, que traremos ao blog, sempre que possível, o tema da atuação feminina na gestão empresarial. Seja por meio de artigos de consultores, compartilhamento de notícias ou estudos e, até mesmo, indicação de livros ou filmes sobre o tema, a Feeta quer convidá-lo a refletir sobre como a realidade das práticas femininas quanto à liderança representa uma forma de contribuição ao processo de mudança pelo qual o mercado está passando.