Falta de paciência com o processo de aprendizagem está entre os entraves no desenvolvimento de líderes

Intolerância com erros dificulta desenvolvimento de líderes, afirma consultor

Um desafio para qualquer organização é desenvolver líderes alinhados à estratégia do negócio. Para Gilberto Sobrinho, contudo, muitas empresas negligenciam a preparação de seus profissionais por acreditar que a liderança seja uma habilidade inata.

“Se o profissional já apresenta características de liderança o caminho fica mais curto. Mas não se pode esquecer de que são poucos aqueles que nascem líderes. A liderança é uma habilidade que se aprende”, afirma o consultor, com mais de 20 anos de experiência profissional em Gestão de Recursos Humanos, Treinamento e Desenvolvimento Organizacional.

A ausência de paciência com esse processo de aprendizagem é inclusive apontada pelo consultor como um dos principais entraves do desenvolvimento de líderes nas organizações.

“O imediatismo de resultados acaba por tornar os processos de desenvolvimento incompletos. A baixa tolerância ao erro é uma das principais barreiras ao desenvolvimento completo de líderes”, conclui.

Para Gilberto, existem poucas organizações que, de fato, investem valores e tempo significativos em seus líderes. “É preciso ter programas de treinamento interessantes, deixar que as pessoas tenham espaço para aplicar os conhecimentos adquiridos, disponibilizar um mentor para orientação e reconhecer adequadamente as experiências de sucesso”, enumera sobre os pilares importantes para a elaboração de estratégias bem-sucedidas de desenvolvimento de lideranças.

Liderança Operacional para Alta Performance

Esse e outros temas serão destaque do Programa Liderança Operacional para Alta Performance, oferecido pela Feeta e conduzido por Sobrinho.
Dedicado a preparar profissionais para posições de liderança e construção e desenvolvimento de equipes, o treinamento tem início no dia 14 de novembro e as vagas são limitadas. Para saber mais, acesse!