programas_treinamento

Consultora fala sobre a importância de programas de treinamento

Programas de treinamento auxiliam na capacitação técnica e comportamental de profissionais, potencializam competências e geram benefícios tanto para as empresas quanto para os colaboradores, além de clientes.

A convite do Sindicato das Empresas e Transportes de Passageiros por Fretamento de Campinas e Região (Sinfrecar), a consultora da Feeta RH, Fabiola Lencastre, lembra que o sucesso de um negócio depende do espaço físico, capacidade tecnológica, capital empregado e a capacidade dos profissionais.

“Quanto mais avançada é a tecnologia investida na empresa, maior será a importância de capacitar os colaboradores que irão trabalhar com essa tecnologia”, afirma a especialista, também diretora Regional Campinas da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-SP).

Confira a seguir, a entrevista completa:

Sinfrecar: Qual a importância de programas de treinamento dentro das empresas, mais especificamente em empresas de transporte e fretamento de passageiros?

Fabiola Lencastre: Os programas de treinamento, em linhas gerais, buscam capacitação técnica e comportamental dos profissionais. Potencializam as competências que o profissional carrega, gerando um movimento entre o negócio/estratégia da empresa e as contribuições do colaborador na área e atividade que está inserido. Importante lembrarmos que a qualificação dos colaboradores e funcionários de uma empresa envolve tanto os profissionais que exercem os cargos da diretoria, gerência e supervisão, como também os funcionários da área de atendimento, e até de limpeza.

O sucesso de um negócio depende do espaço físico, capacidade tecnológica, capital empregado e a capacidade do seu pessoal. Quanto mais avançada é a tecnologia investida na empresa, maior será a importância de capacitar os colaboradores que irão trabalhar com a essa tecnologia. Na área de transporte e fretamento, a contingência de segurança, tanto para o colaborador como para o Cliente do serviço, passa a ser alvo importante da ferramenta de treinamento. Desenvolver padrões que assegurem mitigar acidentes deve ser ataque da área de treinamento para essas empresas.

Sinfrecar: E para o funcionário? Entre outros benefícios como a melhora do currículo, por ele se sentir mais valorizado, vai produzir melhor e é importante para retenção de talentos?

Fabiola: Para o colaborador ser treinado é colocar bagagem na mala da carreira. Os conceitos treinados podem ser utilizados aonde quer que o profissional estiver, bem como em situações cotidianas, de trato com a família, amigos… Capacitar é também treinar e visa direcionar o profissional a um processo de educação, reciclagem e alteração de comportamento. Por meio de programas de treinamento, o colaborador adquire características de pró-atividade, conhecimento sobre as necessidades específicas da empresa, do setor e, até mesmo, estar preparado para capacitar outras pessoas. O profissional pode ganhar musculatura para assumir novas posições e potencializar sua carreira.

Sinfrecar: Quais as vantagens e o retorno de investimentos das empresas no treinamento e como uma política das empresas nessa área pode ajudar em tempos de crise?

Fabiola: No ambiente interno da empresa, observamos maior fluidez nas relações dos times, entre as áreas. Os processos azeitados geram uma dinâmica nova dentro da empresa, proporcionada pelos programas de treinamento focados as necessidades das áreas. Benefícios rapidamente observados quando há capacitação de funcionários: redução de custos; ambiente de trabalho agradável; diminuição na rotatividade de pessoal; entrosamento entre os funcionários; empresa ganha competitividade; elevação produtiva.

Sinfrecar: Como reflete para o cliente os programas de treinamento bem sucedidos?

Fabiola: Para o cliente, um colaborador treinado reflete um atendimento de excelência. Esse é um ciclo positivo, o bom atendimento, fideliza o cliente que por sua vez, recomenda o serviço da empresa. Esse “viral eficiente” move os resultados da empresa para o crescimento estruturado, com bases sólidas. Investir na capacitação e treinamento dos funcionários da sua empresa. É investir no SUCESSO do seu negócio.

Sinfrecar: E sobre as de instituições e entidades representativas de classe que promovem e oferecem cursos e palestras para os segmentos, como elas podem atuar com mais eficiência nessa área?

Fabiola: As instituições e entidades de classe que promovem cursos e palestras devem estar sensíveis ao perfil do negócio de transporte e fretamento de passageiros, visando aproximar a necessidade dos treinamentos e do desenvolvimento dos profissionais. Escutar o cliente final em suas queixas pode ser uma alternativa para estreitar esse caminho.