erros_processos_seletivos

A sua empresa sabe contratar bem?

Recrutamentos realizados com urgência, falta de preocupação na definição do perfil e métodos poucos especializados são apenas alguns dos deslizes cometidos pelas empresas na hora de contratar. E trazer para o seu time um profissional inadequado pode resultar em sérios problemas.

Pensando nos prejuízos de uma contratação errada, a nossa consultora Fabiola Lencastre aborda seis questões importantes sobre processos seletivos.

1. Encare os desafios da adequação do processo de contratar
“Com as metas arrojadas e o cenário restritivo do Brasil, a expectativa da empresa é que o profissional contratado entre para “marcar gol”, adequando-se rapidamente à rotina da empresa, engajando-se com os objetivos. Dessa forma, acertar no alinhamento das competências técnicas e comportamentais é o caminho mais curto para o objetivo. Contratar errado significa frustrar as expectativas dos resultados da empresa e a carreira do profissional”.

2. Valorize a busca pelo profissional adequado
“Muitas vezes, a empresa olha para a “seleção de profissionais” como uma caixa de pouca valia. Recorre a métodos caseiros e pouco especializados que levam o processo a uma vulnerabilidade muito grande. Contratar sem saber o perfil esperado é uma grande bola fora. Contratar “o indicado”, recomendado, sem se certificar de avaliar o perfil, também é um erro comum. Contratar com pressa pode ser outra grande cilada para a necessidade da empresa”.

3. Tenha clareza acerca do perfil buscado
“O alinhamento do perfil é ponto central e está entre as etapas mais importantes de um processo seletivo. As atividades decorrentes de avaliação do profissional, seja em entrevista, dinâmica de grupos, testes de apuração técnica e psicológica, estão conjugados com a assertividade do diagnóstico do perfil procurado. Ferramentas de hunting, bem como de divulgação da oportunidade, asseguram o alcance dos melhores profissionais para a oportunidade”.

Para a consultora Fabiola Lencastre, cuidar do processo de recrutamento e seleção de forma customizada faz toda diferença

Para a consultora Fabiola Lencastre, cuidar do processo de recrutamento e seleção de forma customizada faz toda diferença

4. Minimize erros com processos bem estruturados
“Um processo seletivo cuidadoso, que assegure a criticidade da avaliação das competências do profissional, pode minimizar os erros da contratação. Da mesma forma, o profissional deve ser criterioso na sua análise na busca da oportunidade: avaliar as atividades, desafios e perfil da empresa são variáveis importantes neste processo”.

5. O bom processo seletivo é aquele que “aproxima as verdades”
“O processo seletivo é onde tudo começa. Grande é a expectativa da empresa quando abre o processo de busca de um profissional para integrar o quadro e o bom processo é aquele que ‘aproxima as verdades’. O que a empresa busca do profissional e o que o profissional busca do novo desafio. Independente das etapas envolvidas, precisamos estar atentos às competências técnicas e comportamentais que irão gerar essa sinergia. Cuidar do processo de recrutamento e seleção de forma customizada faz toda diferença. O approach com a empresa, o gestor, o alinhamento das intenções destacará o processo”.

6. Contratações assertivas têm ainda mais impacto em períodos de crise
“Uma contratação correta engaja: gera resultados, oxigena o time, movimenta operações, cria processos. Um profissional com adequação na atividade e motivado pode combater paradigmas, derrubar vícios, gerar o novo dentro de estruturas algumas vezes cansadas”.

Para conhecer melhor as soluções em recursos humanos da Feeta RH, acesse.